Comunicação horizontal… Dá pra ser agora?

Posted by | Variedades | Sem comentários

comunicação horizontal

Dezembro de 2016. Nas últimas 4 reuniões que fui em grandes multinacionais eu ouvi a mesma coisa do RH: acabamos de mudar de presidente e ele chegou cheio de ideias para promover mudanças. Uma das principais?

Tornar os profissionais mais autônomos, colaborativos e inovadores. Parece legal né? Mas na verdade, é assustador!

O que se passa na cabeça de cada dessa pessoa sentada na minha frente?

Por onde eu começo? Como ser algo que eu nunca fui? Devo transformar as pessoas primeiro ou mudar o ambiente em que elas trabalham? Como posso transformar o ambiente e transformar os líderes verticais em horizontais? Como faço para permitir que a inovação e a criatividade aconteçam? Como posso mudar a cultura? Que tipo de treinamento vai ajudar as pessoas a serem mais criativas e inovadoras? Existe um modelo a ser seguido? Dá pra controlar os resultados? Veja mais

Hacks/Dicas para deixar o visual da sua apresentação mais profissional!

Posted by | Dicas | 2 Comentários

Quem não quer fazer bonito e mostrar aquela apresentação mais profissional que deixa os colegas de trabalho de boca aberta? Só que chegar nesse resultado pode exigir um longo caminho. Quando você vê slides feitos por um designer profissional nem imagina quanta coisa aquela pessoa já viu. Um bom designer tem na sua cabeça (e provavelmente em algum outro lugar) um repertório vasto acumulado que inclui desde materiais gráficos e até mesmo filmes ou obras de arte. Só que esse repertório demora anos para ser construído e você não tem esse tempo, a gente sabe. Por isso mesmo vamos dar algumas dicas para agilizar o seu trabalho e dar aquela cara mais profissional para seus projetos. Veja mais

Fale para o outro ver e gere ação

Posted by | Variedades | Sem comentários

Recentemente, uma empresa me procurou para fazer uma apresentação de duas horas para um evento que tinha como objetivo motivar seus líderes. Dizia o cliente: “quero algo inspirador, slides bonitos, mensagens que tenham a força de deixar todos arrepiados! De repente, podemos usar exemplos de grandes líderes.”

Todo ato de comunicação parte de uma necessidade, de algum problema que precisa ser resolvido. Nesse caso, eles queriam motivação, mas como posso motivar sem entender a causa do problema? Afinal, é importante pensar que o que motiva uma pessoa pode não motivar a outra…3 Veja mais

Como usar o storytelling para envolver pessoas

Posted by | Dicas | Sem comentários

“Como usar o storytelling para envolver pessoas” foi publicado originalmente no Brasil Post.

Há mais de 15 anos tenho ensinado pessoas como construir e usar roteiros para aumentar a eficiência na comunicação dentro do ambiente corporativo. Recentemente resolvi encarar com meus alunos um dos braços dessa ferramenta: o storytelling, esse tão comentado recurso.

Visto por muitos como uma das grandes tendências nos últimos anos, tanto no ambiente do Marketing quanto da Publicidade, o storytelling tem se propagado por muitos outros ambientes: palestras, apresentações corporativas e até mesmo em reuniões, profissionais tem tentado implantá-lo com a promessa de trazer leveza e ganhar maior atenção de suas audiências. Veja mais

E se trocássemos receptor por questionador?

Posted by | Variedades | Sem comentários

iStock_000066170179_FullSituação A

Vamos supor que você acordou hoje com um objetivo: comprar uma máquina filmadora que também fotografa.

Ao entrar numa loja, olha ao redor e vê pelo menos vinte modelos à disposição. Visualmente? Tudo muito parecido.

A intenção é usar o equipamento em treinamentos e pequenos eventos para gravação e reprodução, nada mais! Mas tudo tem muitos botões, dezenas de operações e centenas de possibilidades. Sem referências palpáveis e com dificuldade de interpretar as informações técnicas para o mundo dos mortais, você chama um vendedor.

Com muita disposição, energia e falando muito bem, você diz sua intenção e necessidade de forma simples. Em apenas alguns minutos, o funcionário despeja mais de trinta características e procedimentos que a máquina é capaz de fazer “facilmente”. Sem conter o fôlego, o rapaz não para de falar, não pergunta, não interage, não questiona, não associa, não ouve e não percebe. Ele torna-se uma máquina de atirar dados e informações. Exausto e sem nenhum direcionamento sobre qual máquina adquirir, você sai da loja sabendo menos do que quando entrou. Veja mais