A transformação por meio do diálogo - La Gracia

Posted by | novembro 01, 2017 | Dicas, Mídia, Variedades | One Comment

iStock-681735120

Quantas vezes você já teve um projeto encalhado dentro da empresa que simplesmente não anda porque as pessoas não abrem mão de suas opiniões pessoais? Quantos treinamentos você já teve que ficar sentado o dia inteiro, recebendo um monte de teorias sem aplicação no seu dia a dia, transmitidas de um jeito impositivo, diretivo e maçante? Quantas vezes você já teve que fazer algo que não acreditava, por que estava no seu escopo de trabalho?

Matéria publicada originalmente no Blog da Robert Half por Joyce Baena. Para ler o texto completo, clique aqui.

One Comment

  • Parabéns Joyce – muito conectada e oportuna o seu alerta sobre a falta de diálogo!
    Creio que o diálogo é um processo de comunicação, e tenho aprendido que a comunicação depende do que o OUTRO ENTENDEU daquilo que comunicamos…!
    Poucos de nós atentamos para isso – especialmente os líderes que (geralmente dominantes e muito visuais), acreditam que a sua comunicação foi “clara e objetiva”…para quem?
    Quando consideramos a singularidade de cada pessoa – “somos seres complexos, individuais” como Você mencionou, não é difícil de identificar a CAUSA dos resultados pouco eficazes de boa parte das ações de treinamento “de supermercado” – exatamente a falta de investigação e entendimento das CAUSAS dos problemas que afligem as organizações, seus líderes e equipes.
    E isso sem contar que a a maioria dos clientes querem a solução “pra já!” – tipo pastelaria; poucos entendem a importância de uma diagnose bem feita, de uma investigação profunda para identificar as causas dos problemas organizacionais, e que isso exige tempo e investimento em favor da eficácia dos resultados de qualquer projeto.
    Me identifico plenamente com a sua visão, e reafirmo a sua veracidade nestas décadas de vivência no mercado corporativo. Fico feliz em saber que pessoas como Você e o time da La Gracia também atuam norteadas por estas crenças e valores, como protogonistas da transformação que o Mundo precisa, a partir de cada um de nós.

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campo obrigatório.