fbpx

La Gracia Humaniza

conteúdo

5 atitudes de um atendimento gracioso

Luiz Grecov
@luizgrecov

Esse conteúdo é fruto de mais de 8 anos de experimentação no atendimento de projetos da área de comunicação. Milhares de anúncios de vagas sinalizam por aí que para ser um bom atendimento você precisa: • entender o cliente • sentir prazer em servir • ser simpático • ser claro • ser objetivo Mas o […]

Esse conteúdo é fruto de mais de 8 anos de experimentação no atendimento de projetos da área de comunicação.

Milhares de anúncios de vagas sinalizam por aí que para ser um bom atendimento você precisa:
• entender o cliente
• sentir prazer em servir
• ser simpático
• ser claro
• ser objetivo

Mas o que acontece quando um cliente liga para uma empresa pedindo um orçamento e, ao invés do profissional de atendimento simplesmente responder, ele começa a questionar?

Por que você quer esse serviço? Por que você acha que essa solução vai resolver? O que seu público tem a ver com isso?

Tantas perguntas podem causar um certo desconforto no cliente e até mesmo fazer ele desistir do serviço. Mas quando ele topa responder, a mágica acontece. É como parar de tomar um monte de remédios caros e passar a olhar para a causa raiz. O resultado? Menos gastos e uma solução que realmente funciona.

Mas engajar o cliente nesse caminho não é algo fácil.
O atendimento precisa somar algumas atitudes:

atendimento11ª ATITUDE – SER UM INVESTIGADOR DE PROBLEMAS

O cliente conhece muito bem o próprio negócio, mas, além de ser um cliente, ele é um ser humano com dores e necessidades únicas que precisam ser consideradas. Um atendimento gracioso encara os problemas do cliente como se fossem seus e se joga na investigação do terreno antes de pensar na melhor solução.

at22ª ATITUDE – TER O CUIDADO DE DIZER NÃO, QUANDO NECESSÁRIO

Se ao investigar o cliente, você perceber que a solução proposta não vai resolver o problema, negue o trabalho! E nessa hora é muito importante explicar claramente ao cliente o porquê da negativa e o que deve ser feito antes de seguir em frente. Ser verdadeiro é a base de um atendimento gracioso.

at33ª ATITUDE – SEMPRE PENSAR NO QUE FAZ SENTIDO PARA O OUTRO

Se você está explicando algo para o cliente – como funciona um serviço, por exemplo – é importante reconhecer que o que é óbvio pra você não é para o outro. Antes de falar pense: esse termo faz parte do mundo do meu cliente? Faria sentido pra mim se eu fosse ele? Um atendimento gracioso usa, o tempo todo, a empatia como ferramenta para criar conexão.

at44ª ATITUDE – SER UM GUIA DO CAMINHO QUE LEVARÁ AO MELHOR RESULTADO

Se um cliente te procura é porque ele acredita que você pode ajudar. Nesse caso, deixar bem claro quais são os processos que precisarão ser seguidos para que o projeto seja entregue com a qualidade e no prazo combinado é fundamental. A graciosidade do atendimento está em transmitir confiança e segurança durante todo o projeto.

Você se identifica com as atitudes acima? Se sente preparado para encarar o desafio de ser um atendimento gracioso?

Nós da La Gracia temos uma vaga pra você e queremos te conhecer melhor.

Para participar do processo seletivo, grave um vídeo sugerindo o que você acredita ser a “Quinta Atitude” que complementa esse post. Junto com ele, envie um texto contando: quem é você, que experiências de vida fizeram você ser quem é hoje, com o que já trabalhou e qual a sua pretensão salarial.

at5

Para participar, você precisa:
• ter no mínimo 2 anos de experiência como atendimento – de preferência em empresas de apresentação ou consultorias de comunicação.
• ser fluente em inglês
• morar em São Paulo
• amar o universo de comunicação entre pessoas
• gostar de cachorros – nós temos 2 no escritório
• ter disponibilidade das 9h às 18h
• enviar o vídeo e o texto para [email protected], até 08/09, com o título: “quinta atitude”

Sobre nossa La Gracia:

Somos uma empresa de inteligência de comunicação centrada em pessoas. Criamos ambientes, dinâmicas e situações que incentivem a troca de experiências, o diálogo e a empatia.

Acreditamos na horizontalidade, na autonomia e que só se é feliz quando você ama o que faz.

Não é imprescindível saber tudo o que você viu nesse post, mas é preciso acreditar nesse modelo. A gente sabe que não é comum encontrar empresas que abraçam esses caminhos. A gente acredita na troca e que todo mundo tem algo pra aprender e pra ensinar.

Humanize as
apresentações, as
relações e o aprendizado
na sua empresa.

Fale com a gente

Veja também

Qual a diferença entre promover experiência e expor conteúdo?

Promover experiência é a constante resposta, presente nos 12 anos em que venho experimetando as várias formas de ensinar. Cada vez mais, vou me tornando uma defensora das metodologias que colocam o aluno como centro do aprendizado. O contrário disso é o que o educador Paulo Freire chamava de Educação Bancária: aquele tipo de educação que coloca […]

Ler mais

A La Gracia ainda faz apresentações?

Em 2009, nós começamos a fazer apresentações para o mundo corporativo e durante muito tempo nós fizemos isso! E ficamos conhecidos por isso! Quando paramos para ver e relembrar cada projeto, dá um orgulho danado. No mesmo ano, começamos a ensinar tudo o que estávamos aprendendo ao lançar o primeiro Curso de Design de Apresentações […]

Ler mais

Você pode abrir a câmera, por favor?

A fotógrafa Ilana Bessler dá dicas sobre enquadramento, iluminação e construção de imagem para todas as lives, reuniões online e videoconferências que se intensificaram no nosso cotidiano.

Ler mais

Como provocar um líder diretivo a se tornar mais empático e construtivo?

Eu poderia começar esse artigo dando uma resposta simples: use as necessidades do líder como ponto de partida para a transformação. Mas, como colocar isso em prática?

Ler mais

La Gracia News de abril: quando a vida pessoal e profissional se misturam

Com nossa vida pessoal mais misturada do que nunca com a rotina profissional, como ficam nossas relações, nossa comunicação e, mais ainda, nosso estado de espírito?

Ler mais