fbpx

La Gracia Humaniza

conteúdo

Como trabalhar a diversidade em eventos corporativos?

Sympla
@sympla

Assim como nas empresas, que cada vez mais abraçam a questão da diversidade, os eventos corporativos devem espelhar esse desejo de inclusão. Complicado? Nada disso. É, sim, possível ser diverso na produção de um evento, em qualquer ambiente!

Muito se fala sobre a importância da diversidade na TV, na música, na publicidade e na educação – mas, como trazer um assunto tão delicado e atual para o universo dos eventos corporativos?

Assim como nas empresas, que cada vez mais abraçam a questão da diversidade, os eventos corporativos devem espelhar esse desejo de inclusão. Complicado? Nada disso. É, sim, possível ser diverso na produção de um evento, em qualquer ambiente. Confira as dicas da Sympla de como trazer a diversidade para palestras, cursos, workshops, conferências e outros eventos corporativos:

Dicas de como trabalhar a diversidade em eventos corporativos.

 

Defina os objetivos do seu evento

A definição dos objetivos e conceito de um evento é fundamental para qualquer produção. A partir daí, será possível direcionar a comunicação, os temas e toda a forma como você conduzirá o seu evento corporativo, tendo como aspecto principal a diversidade. Para isso, busque responder a perguntas como:

  • Quem é o meu público-alvo?
  • Por que o evento será realizado?
  • Quais conceitos eu pretendo trabalhar no meu evento?
  • O que o evento irá oferecer aos participantes?
  • Quais atrações/palestras ele irá trazer ao público?
  • Quais são os resultados esperados após o evento?

A partir dessas questões, será possível pensar como o seu evento pode ser diverso – ou seja, a partir de quais aspectos você poderá trabalhar a diversidade no seu evento corporativo.

 

Recrute uma equipe diversa

A diversidade em qualquer evento deve ser um espelho de quem está cuidando da sua produção. Por isso, faça questão de ter uma equipe composta por pessoas com opiniões, formações e trajetórias diversas trabalhando na organização do seu evento.

Dessa forma, você tem a chance de montar um time com excelentes profissionais, que muitas vezes não encontram portas abertas no mercado de trabalho justamente pela falta de diversidade. Isso também pode fortalecer a sua relação com o público, mostrando que o seu evento está aberto a receber pessoas de todos os espaços e com respeito a todos os perfis, vivências e características.

 

Utilize uma comunicação diversa

No mundo dos eventos corporativos, a comunicação tende a ser mais robusta e engessada. Para praticar a diversidade, a primeira dica é fugir deste padrão.

Busque utilizar uma linguagem mais simples e diversa para atingir o seu público, usando termos e palavras neutras para se referir às pessoas. Como? Varie o vocabulário. O português é uma linguagem rica e que permite falarmos de maneira neutra, não identificando um gênero específico, ainda que dê mais trabalho. E, no dia do evento, forneça opções de acessibilidade (como tradução simultânea) para que pessoas com deficiência de fala e escuta possam participar.

Outra dica é pedir que palestrantes ou qualquer pessoa que vá se apresentar no evento descreva-se brevemente: estatura, cor e estilo do cabelo, se está usando algum acessório, como é sua roupa, entre outros. Dessa forma, pessoas com alguma deficiência visual – ou que por algum motivo não podem assistir ao evento, apenas escutá-lo – conseguem montar mentalmente a imagem de quem está no palco.

Para divulgar o seu evento, por exemplo, evite utilizar “x” ou “@” nos textos (recurso muitas vezes utilizado para substituir o artigo que define o gênero da palavra em questão). Esses caracteres não são pronunciáveis e não são inclusivos a deficientes visuais ou auditivos – ou seja, eles não conseguem compreender a sua comunicação ao utilizarem as ferramentas de acessibilidade da Internet.

 

Atraia um público que se identifique com a diversidade

Não importa qual seja o público-alvo do seu evento: faça questão de que ele seja diverso e se identifique com a ideia da diversidade nos ambientes. E a melhor maneira de deixar isso claro é por meio da comunicação 🙂

Invista em palestrantes de origens diversas, fale sobre temas que se comuniquem com questões relacionadas à diversidade e faça com que o público tenha uma experiência de reflexão e fora da caixa. Afinal de contas, diversidade não é só para ser legal, não é mesmo?

Não se esqueça de deixar a proposta e o conceito do seu evento bem claros ao público na descrição do evento, seja a sua produção aberta a participantes externos ou apenas ao colaboradores da sua empresa. Isso é fundamental para atrair o público esperado e garantir o engajamento do evento.

 

Produza um evento para todos e todas

De que adianta trabalhar características que reforcem a diversidade durante todo o planejamento do evento e, no dia, deixar tudo de lado? É importante garantir que o seu evento tenha um ambiente acolhedor para o público, para a sua equipe e para os palestrantes, não permitindo que comentários ou posicionamentos preconceituosos ou ofensivos passem despercebidos.

Diversidade é a capacidade de sair da própria bolha – na produção de um evento, isso significa ser capaz de dialogar com pessoas das mais diversas religiões, culturas, gêneros, sexualidades, idades, origens e áreas de atuação profissional.

Lembre-se: o conflito é importante para o crescimento e o amadurecimento 🙂

 

Tecnologia também é diversidade

A tecnologia também pode – e deve! – ser utilizada a favor da diversidade. Para isso, invista em um evento com recursos tecnológicos voltados para a acessibilidade (como tradução de texto em voz) além de promover e disponibilizar as inscrições para o seu evento em uma plataforma online que possa ser facilmente acessada por qualquer pessoa.

Dessa forma, o seu evento pode ser visto e acessado em diversas redes sociais – como Facebook, Instagram, WhatsApp e e-mail – e o público pode garantir a participação de onde estiver.

 

Este conteúdo foi escrito por Nadine Alves, produtora do blog da Sympla, a maior plataforma de eventos do Brasil.

Humanize as
apresentações, as
relações e o aprendizado
na sua empresa.

Fale com a gente

Veja também

Qual a diferença entre promover experiência e expor conteúdo?

Promover experiência é a constante resposta, presente nos 12 anos em que venho experimetando as várias formas de ensinar. Cada vez mais, vou me tornando uma defensora das metodologias que colocam o aluno como centro do aprendizado. O contrário disso é o que o educador Paulo Freire chamava de Educação Bancária: aquele tipo de educação que coloca […]

Ler mais

A La Gracia ainda faz apresentações?

Em 2009, nós começamos a fazer apresentações para o mundo corporativo e durante muito tempo nós fizemos isso! E ficamos conhecidos por isso! Quando paramos para ver e relembrar cada projeto, dá um orgulho danado. No mesmo ano, começamos a ensinar tudo o que estávamos aprendendo ao lançar o primeiro Curso de Design de Apresentações […]

Ler mais

Você pode abrir a câmera, por favor?

A fotógrafa Ilana Bessler dá dicas sobre enquadramento, iluminação e construção de imagem para todas as lives, reuniões online e videoconferências que se intensificaram no nosso cotidiano.

Ler mais

Como provocar um líder diretivo a se tornar mais empático e construtivo?

Eu poderia começar esse artigo dando uma resposta simples: use as necessidades do líder como ponto de partida para a transformação. Mas, como colocar isso em prática?

Ler mais

La Gracia News de abril: quando a vida pessoal e profissional se misturam

Com nossa vida pessoal mais misturada do que nunca com a rotina profissional, como ficam nossas relações, nossa comunicação e, mais ainda, nosso estado de espírito?

Ler mais