fbpx

La Gracia Humaniza

conteúdo

Esteja aqui, agora!

Luiz Grecov
@luizgrecov

Em seu livro “Apresentação Zen”, Garr Reynolds inicia o capítulo de “Performance” com a frase: “Esteja aqui agora. Esteja em outro lugar mais tarde.” Pode não parecer complicado, mas talvez essa seja uma das maiores dificuldades do ser humano, estar onde seu corpo está. A nossa mente não dá folga, o tempo todo estamos pensando […]

25_Esteja-aqui,-agora!Em seu livro “Apresentação Zen”, Garr Reynolds inicia o capítulo de “Performance” com a frase: “Esteja aqui agora. Esteja em outro lugar mais tarde.”

Pode não parecer complicado, mas talvez essa seja uma das maiores dificuldades do ser humano, estar onde seu corpo está. A nossa mente não dá folga, o tempo todo estamos pensando “em outro lugar”, que não aquele em que estamos de verdade.

Todas as artes orientais com suas técnicas de relaxamento – yoga, meditação – nos ensinam a prestar atenção no que estamos fazendo e a estarmos presentes onde nosso corpo está.

Filósofo, estudante da meditação, Osho é um dos pensadores mais respeitados dos nossos tempos. Assassinado por envenenamento em 1990 numa prisão americana, deixou mais de mil livros escritos, com tradução em mais de 70 idiomas. E o mais impressionante, nenhum dos seus livros foi escrito por ele e sim por pessoas que ouviam suas palestras e estudavam seus ensinamentos.

A filosofia de Osho abrange muitas questões morais e pode até ser entendida como auto-ajuda, porém, o respeito por sua obra é imenso pela profundidade de seus pensamentos e seriedade em que ele levava seus estudos.

Em seu livro “Aprendendo a silenciar a mente – um caminho para a paz, alegria e criatividade, ed. Sextante.”, Osho ensinava às pessoas a importância de dominar a mente “tagarela” e o quanto isso poderia fazer diferença em nossas vidas:

“Ao comer, coma. Ao andar, ande. Não permita que a mente fique vagando pelo mundo.

As pessoas vivem adormecidas praticamente todo o tempo e aprenderam um truque: a fazer as coisas sem perturbar seu sono. Se você se tornar um pouco mais alerta, muitas vezes irá se surpreender fazendo coisas que nunca quis fazer, coisas das quais você sabe que irá se arrepender, coisas que você havia decidido, recentemente, nunca mais fazer. E muitas vezes você se ouvirá dizer: ‘É, eu fiz isso, mas não sei como foi acontecer. Fiz isso contra minha própria vontade.’

Como você pode fazer algo contra sua própria vontade? Isso só é possível se você estiver dormindo. E você continuará dizendo que nunca quis isso, mas em algum lugar, lá no fundo, você deve ter tido um desejo.

Observe sua mente: na superfície ela diz algo, mas no fundo, ao mesmo tempo, está planejamento outra coisa. Fique um pouco mais alerta e não se deixe adormecer. Pare com esses truques. Seja sincero com sua mente e o controle que ela tem sobre você irá cessar.”

Ao apresentar-se diante de uma plateia, é preciso estar presente, é preciso fugir do passado e do futuro porque são coisas impalpáveis. O passado não pode ser mudado e o futuro ainda nem chegou, então, esteja aqui, agora, onde seu corpo está e com isso obterá sucesso.

Humanize as
apresentações, as
relações e o aprendizado
na sua empresa.

Fale com a gente

Veja também

CEO DISTANTE E INTOCÁVEL? COMO HUMANIZAR A ORGANIZAÇÃO

Já passou da hora de repensar modelos e humanizar a organização. Cada vez mais, vemos publicações de colaboradores nas redes sociais expondo angústias que se transformaram em burnout, depressão, doenças mentais e até mesmo físicas. Ou denunciando o desalinhamento do discurso que o marketing vende lindamente para fora pras práticas aplicadas internamente pelas lideranças, pelo […]

Ler mais

POR UMA LIDERANÇA MAIS INCLUSIVA

Para falar sobre uma liderança mais inclusiva, começo o texto de hoje com uma pergunta: “Por que é tão difícil lidar com o que é diferente de nós?”  Não tenho pretensão de responder, afinal, essa é uma pergunta daquelas bem cabeludas, que exigiria reunir filósofos para uma discussão longa e calorosa, regada a vinho e […]

Ler mais

E quando você precisa de mais do que um tapa na apresentação?

“Dá um tapa na apresentação aí! É simples.” Se eu tivesse contado as vezes que ouvi certas frases nos últimos 13 anos, esse com certeza ganharia de todas. Nossa, quase todo mundo pede apresentação desse jeito. Mas só quem faz apresentação todos os dias sabe que não é tão simples assim. Uma apresentação boa de […]

Ler mais

Qual a diferença entre um slide bonito e um slide com design?

Muito além de criar um slide bonito, recentemente, no artigo “A La Gracia ainda faz apresentações?”, eu disse que a La Gracia nasceu criando conexão por meio de apresentações. E tudo o que a gente foi aprendendo, ao fazer apresentações para presidentes e executivos do corporativo, fomos levando para nossos cursos. E tudo o que […]

Ler mais

Qual a diferença entre promover experiência e expor conteúdo?

Promover experiência é a constante resposta, presente nos 12 anos em que venho experimetando as várias formas de ensinar. Cada vez mais, vou me tornando uma defensora das metodologias que colocam o aluno como centro do aprendizado. O contrário disso é o que o educador Paulo Freire chamava de Educação Bancária: aquele tipo de educação que coloca […]

Ler mais