Expor o que sentimos de maneira autêntica e construtiva, expressando nossas necessidades com mais segurança. Estarmos abertos ao diálogo, ouvindo sem julgamentos e nos colocando no lugar do outro. Quando o conflito parece inevitável e rege quase a totalidade das discussões, principalmente nas redes sociais, a Comunicação Não Violenta parece ser o caminho para uma convivência…

O post ¿Qué Piensas, Carolina Nalon? | “Comunicação Não Violenta” apareceu primeiro em La Gracia.

Quer ajuda para se comunicar? Receba nossas dicas!