julho 2012 - La Gracia

Aumente o poder do seu cérebro (e faça apresentações melhores!)

Posted by | Variedades | Sem comentários

Aumente o Poder do Seu Cérebro é o nome, pelo menos no Brasil, de um livro escrito pelo biólogo molecular John Medina. Mas o nome dele poderia facilmente ser “Como Educar Melhor” ou “Como Produzir Ambientes de Trabalho Mais Produtivos”, isso se formos nos ater ao caráter de autoajuda que sugeriram os responsáveis pela tradução do livro para o português. Aliás, faço aqui um adendo, sempre achei que, no Brasil, temos um gosto um tanto quanto “peculiar” no que se refere à tradução dos nomes de livros e filmes. E este é um dos casos onde erraram na mão, forçando o livro em uma direção (e público) enquanto que, na verdade, o conteúdo do livro segue por um caminho totalmente diferente.

Aproveitando o gancho da discussão sobre o nome, vale dizer que, originalmente, o livro se chama “Brain Rules”, ou “Regras do Cérebro” em tradução livre. E são estas regras, 12 no total, que nos ajudam a compreender melhor o funcionamento do cérebro em diversos aspectos como, por exemplo, a absorção de conteúdo em uma aula ou apresentação. Com uma linguagem bastante simples, mesmo quando aborda temas mais “científicos”, John Medina facilita nossa compreensão através de histórias que atraem nossa atenção e fazem com que os conceitos transmitidos sejam fixados com mais eficiência. E sim, ao fazer isso ele já está pondo em prática alguns dos ensinamentos do livro que são extremamente pertinentes à realidade de quem faz apresentações, principalmente as regras 4 e 5, referentes à atenção e memória, respectivamente. Veja mais

Palestra em BH

Posted by | Cursos | 2 Comentários

No dia 05 de julho, como parte dos eventos 40/7 organizados pela Filadélfia Comunicação, Flávio Reis, sócio-diretor da La Gracia Design, esteve em Belo Horizonte e, no maior clima de bate-papo, falou um pouco sobre a arte de fazer apresentações. Muito em cima daquilo que a La Gracia traz nos cursos que oferece, Flávio chamou a atenção do público para diversas questões sobre as apresentações, principalmente “como torná-las criativas e eficazes?”.

Para responder esta pergunta, Flávio sugeriu que comecemos a buscar em nós mesmos características que fazem toda a diferença no resultado final de uma apresentação, mas que, por um motivo ou outro, fomos deixando de lado durante nossa vida. Quem nunca foi repreendido pela professora por estar desenhando na carteira ou no caderno? Quem nunca ficou com vergonha depois de falar besteira em público e virar alvo das brincadeiras alheias? Pois é, foi através de situações assim que Flávio ilustrou que capacidades como a de falar em público ou de representar algo graficamente estão em todos nós, mesmo que reprimidas. Veja mais

Venho por meio deste…

Posted by | Variedades | Sem comentários

Sempre que qualquer agência abre uma vaga, surgem os milhares de e-mails com seus portfólios e haja paciência para olhar cada um deles. Nessas horas, para agilizar, a primeira coisa que fazemos é analisar como a pessoa se apresenta no corpo da mensagem.

É importantíssimo causar uma boa primeira impressão e assim gerar o mínimo de interesse do responsável por selecionar os possíveis candidatos. Lembre-se de que cada área tem a sua linguagem. Advogados costumam ser bem formais, por exemplo. Mas dificilmente você vai conquistar a empatia do pessoal das agências com um texto de apresentação muito rebuscado. Seja você mesmo e seja natural. E nada de “puxação de saco”. No outro extremo, e-mails em branco, com somente o curriculum anexado, são maioria. Pior se estes estiverem no formato .doc, com o link para o portfólio escondido entre a imensidão de detalhes da trajetória profissional. Certamente são os primeiros a serem descartados. No nosso universo, a prioridade é o portfólio, por isso deve estar bem evidente no corpo do e-mail. O curriculum é mero detalhe. Veja mais